Venha compartilhar um pouco do trabalho que realizo como historiador e professor da cidade de Cotia. Mergulhe no passado das pessoas que construiram este lugar, recorde fatos marcantes que deram identidade cultural a esta cidade.

segunda-feira, 31 de agosto de 2015

CRISES DE TODOS OS TIPOS.


Crise de bronquite. Crise sentimental. Crise renal. Crise de consciência. Crise na saúde Crise nervosa. Crise de abandono. Crise na educação. Crise de ciúme. Crise financeira. Crise de depressão. Haja crise para catalogar neste mundo. Existe crise de todo tipo e de todo tamanho. Imagina se não passássemos por nenhum tipo de crise na vida como seriamos insuportáveis. Crise é sinônimo de superação.  Se conselho vale alguma coisa vai um aí: não persista em nenhuma crise que esteja enfiado.  Se vire ache um jeito de sair dela. Crise não resiste para sempre!

A pior crise de todas é a da consciência. Talvez porque precisamos mexer com nossos medos, verdades e mentiras. Não é fácil mexer com nossos monstrinhos. A crise, mas fácil de lidar é a financeira é só jogar a culpa no Governo. Isto não significa que ela deixará de existir. A única certeza que não existe é crise boba. Crise de faz de conta, também não existe.  Respeite quem está crise ela deve estar pedindo algum tipo de ajuda. Mesmo que a crise seja dissimulada ou de mentirinha, aí sim que ela existe encubada. Cria a se situações para enganá-la.  Para fazer de conta que esta tudo bem. Mas a crise está ali implantada impiedosamente.

O que pode acontecer de pior quando estamos em um estado de crise é a piedade. Não tenha piedade. Não tenha dó. Este sentimento vai deixar a pessoa em crise em um estado ainda pior. Vai se sentir a última bolacha do pacote. A pessoa ali em crise quer ser olhada e que fale sobre suas qualidades. Ela precisa ser lembrada que é uma pessoa bacana.  E nada melhor que um observador externo com compaixão para elevá-la. Compaixão não tem nada a ver com piedade. Compaixão é um gesto nobre de mostrar que o outro também merece ser feliz. Tenha compaixão.


A pior de todas as crises mesmo é a renal. Dói para Caramba. Risos. Dói até a alma...