Venha compartilhar um pouco do trabalho que realizo como historiador e professor da cidade de Cotia. Mergulhe no passado das pessoas que construiram este lugar, recorde fatos marcantes que deram identidade cultural a esta cidade.

sábado, 30 de maio de 2015

COM A CHEGADA DO FRIO CADÊ O ALTRUÍSMO?


Com a chegada do frio (inverno),lembramo-nos dos sabores alimentares que o tempo proporciona:fondue, queijos e vinhos!Sopas saborosas e tantas outras comidas que aquecem.

Uma amiga diz alegremente que, no inverno, se sente bonita com as roupas que usa para se aquecer. Segundo ela, a opção por usar roupas diferentes aumenta com o inverno. Não discordo em relação às roupas, mas prefiro que o clima não fique nem muito frio e nem muito quente. Nem tudo é do jeito que a gente deseja. Nossas vontades e coisinhas habituais que aquecem nosso ego deveriam ser trocados por ações de solidariedade nesse período de frio.Que tal? Não seria uma boa?

O altruísmo é um sentimento que pode ser despertado.

Outro dia assisti, em um programa de televisão,uma jovem “boa pinta” que criativamente montou uma estrutura para arrecadar roupas de frio para socorrer moradores de rua. Envolveu amigos e a ação foi um sucesso. Inclusive, também usou as redes sociais. Ora, as redes sociais, além de exibirem nosso cotidiano,podem servir para ações altruístas. Que bacana, né! Estenda suas mãos a alguém que está precisando ser aquecido.

Iniciativa assim enaltece o espírito.
Aqui, onde moro, um grupo de jovens sai à noite nessa época de frio elevado para distribuir sopa quentinha aos moradores de rua. Segundo um amigo que participa desse movimento, o objetivo é aquecer o corpo e o espírito. Será que ações desse tipo também trabalham o preconceito que alimentamos contra gente que mora na rua? Trabalha com o preconceito que temos contra a pobreza? 

Como diz uma amiga: um prato de sopa aproxima as pessoas. 


Não é só quem mora na rua que passa frio. No mundo real, muitas famílias passam frio e fome. As campanhas institucionais já começaram em diversos lugares e você pode encontrar uma caixa para depositar uma roupa para aquecer alguém. Faça um gesto legal.Pode procurar aí perto do lugar onde você mora sempre encontrará alguém arrecadando uma peça de roupa para aquecer. Além de uma pessoa, pode ter uma igreja ou uma ONG. Lugar não falta para ser solidário nesse inverno.

Tem muita gente esperando.